Busca

Showing posts with label Delonix. Show all posts
Showing posts with label Delonix. Show all posts

Sunday, 25 March 2012

Fabaceae - Delonix regia (Bojer ex Hook.) Raf.

 
Flores com pétalas unguiculadas (F. 1)
Folhas compostas bipinadas (f. 2)
Inflorescência racemo (f. 3)
 Botão obovado, glabro, amarelo (f. 4)
 Corte no botão (f. 5)
 Pétalas jovens em pré-antese (f. 6)
 Brácteas cordadas (f. 7)
 Estípula foliácea (f. 8)
Pétalas unguiculadas, o estandarte apresenta coloração branca com guias de néctar (f. 9)  
 Filetes falcados (f. 10)
 Cálice reflexo (f. 11)
 Estandarte com guia de néctar (f. 12) 
Filetes vermelhos (f. 13)
 Anteras dorsifixas (f. 14)
 Filetes com indumento na base (f. 15)
 Estames jovens (f. 16)
 Anteras rimosas, polém amarelo (f. 17)
 Orifício de acesso ao nectário floral (f. 18)
 Hipanto curto, ovário séssil, oblongo, amarelo, estilete longo (f. 19)
Flor dissecada, ovário súpero (f. 20)

Leguminosae, Caesalpinioideae, Caesalpinieae, Delonix Raf. 11 espécies. (Lewis 2005).

No Brasil ocorre apenas uma espécie (Lewis 2015).

Delonix regia (Bojer ex Hook.) Raf., Flora Telluriana 2: 92. 1836[1837].

Basiônimo: Poinciana regia Bojer ex Hook.

Árvore com cerca de 7 m de altura; tronco rufo, áspero, raízes superficiais evidentes; copa muito aberta; ramos longos, cilíndricos, glabros, inermes. Estípulas foliáceas, caducas. Folha grande, composta, bipinadas; peciolada, folíolos numerosos; foliólulos oblongos, ápice arredondado, margem inteira, base assimétrica-truncada, face adaxial e abaxial glabra, membranáceo.  Inflorescência axilar, racemos laxos; Brácteas ovadas. Botão obovoide, glabros, amarelos. Flor grande, longo estipitada, monoica; hipanto curto; cálice dialisépalo, sépalas 5, oblongos, crassas, ápice agudo, bicolor; corola 5, pétalas longo-unguiculadas, vermelhas ou cremes, obovadas, estandarte variegado de amarelo, com guia de néctar vermelho; androceu 10, estame com filete longo, indumento na base, vermelho, antera dorsefixa, rimosa, polém amarelo; gineceu 1, ovário séssil, oblongo, seríceo, estilete longo, estigma puntiforme, ciliado, com  nectário na base. Frutos câmara, indeiscente, plano, áspero, valvas lenhosos. Sementes oblongas, marmoradas, testa dura, lisa, hilo central.

Espécie facilmente reconhecida por suas folhas compostas grandes, estípula foliácea e flores grandes com longamente unguiculadas.

Planta exótica, usada na ornamentação, plantadas nas praças e nas ruas.

Ocorre em perímetros urbanos na Paraíba.

Referência

-Lewis, G.; Schrire, B.; Mackinder, B. & Lock, M. 2005 Legumes of the World. Kew, Royal Botanic Gardens.

-Lewis, G.P. Delonix in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Available in: . Access on: 14 Abr. 2015

Exsicatas