Friday, 19 December 2014

Fabaceae - Hymenaea rubriflora Ducke

 Inflorescência em panícula corimbosa (f. 1)
 Sépalas verdes e pétalas brancas (f. 2)
Ovário estipitado (f. 3)
  Botões globoides (f. 4)
 Gineceu com ovário vermelho (f. 5)
Fruto câmara com endosperma farináceo (f. 6)
 População margeando o lajedo da Salambaia (f. 7)
Árvore (f. 8)





Leguminosae, Detarioideae, Hymenaea L. 14 spp. (Lewis et al. 2005).

No Brasil ocorrem 15 espécies das quais 10 são nativas (Lima e Pinto 2015).

Hymenaea L.

Árvore ou arvoreta; tronco cilíndrico, liso, copa assimétrica, ramos tomentulosos ou glabros, inermes. Estípulas basifixas, lineares, caducas. Filotaxia alterna-dística. Folha bifolioladas; folíolos assimétricos, oblongos, ápice obtuso, arredondado, agudo, margem inteira, base assimétrica, face adaxial glabra, face abaxial tomentulosa ou glabra, glândulas pelúcidas presentes. Inflorescência terminal, racemo ou panícula; brácteas ausentes. Flores pediceladas, actinomorfas, tetrâmeras ou pentâmeras, monoclinas, hipóginas, hipanto presente, cálice dialissépalo, 4-5-sépalas; corola dialipétala, pétalas unguiculadas, alvas, androceu diplostêmone, dialistêmone, estames 8-10 estames, filetes longos, anteras elípticas e rimosas; gineceu simples, ovário estipitado, pluriovulados, filete longo, estigma globóide. Fruto tipo câmara, oblongo, valvas lignosas, epicarpo papilado, mesocarpo farináceo. Sementes esféricas ou achatadas, testa dura, castanha, lisa, hilo basal.

Hymenaea rubriflora Ducke, Memórias do Instituto Oswaldo Cruz 51: 457. 1953. Tipo: Brasil, Pernambuco, Lima, A. (Isótipo: RB Imagem!)

Árvore cerca de 10 m alt.; caule cilíndrico, liso, cinza; copa bem aberta. Estípulas 2, intrapeciolares. Folha composta, bifoliolada, folíolo glabro, oblongo ou obovado, falcado, ápice levemente cuspidado, margem inteira, base assimétrica, glabra, coriácea. Inflorescência termina, panícula, corimbosa. Botões obovados. Flores pediceladas, monoicas, bancas, grandes; sépalas 5, imbricadas, ovadas, concavas, caducas, verdes com variação vinácea; pétalas 5, brancas, imbricadas, ovadas, concavas, crassas; androceu 10 estames, filetes longos, anteras elípticas, dorsifixas, rimosas; gineceu estipitado, ovário plano, vermelho, estilete longo e estigma globoso. Fruto câmara, oblongo, glabro, 
com endocarpo farináceo, indeiscente. Sementes, marrom, elípticas e testa dura.

Comentário

Espécie encontrada nos diversos fragmentos de Mata Atlântica do estado da Paraíba.
Na Caatinga está presente apenas nos arredores dos grandes inselbergues do interior da Paraíba, principalmente no Cariri, onde são encontradas grandes populações.

Determinador: Rafael Barbosa Pinto

Nome popular: Jatobá.

Fotos: Rubens Teixeira de Queiroz - Fazenda Salambaia - Cabaceiras - PB - BR.

Referências

-Lewis, G.; Schrire, B.; Mackinder, B. & Lock, M. 2005 Legumes of the World. Kew, Royal Botanic Gardens.
-Lima, H.C. de; Pinto, R.B. Hymenaea in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Available in: . Access on: 24 Mar. 2015

Exsicatas